Share |

Desafio constante

Imagem: Barcelos Popular

“Necessidades Educativas Especiais: Que desafios para as famílias e para a comunidade no Século XXI?” foi o tema da palestra que se realizou, na tarde de sábado passado, no Auditório da Biblioteca Municipal, tendo como oradora convidada Florinda Maciel, docente de educação especial. A iniciativa teve como principal objectivo comemorar o Dia Internacional da Pessoa Com Deficiência que se assinalou no dia 3 de Dezembro.

Filomena Maciel conta com muitos anos de experiência ao nível da educação especial, tendo sido professora do 1.º ciclo e também de educação especial. Rosa Viana, professora na Escola Rosa Ramalho, falou do importante contributo de Florinda Maciel ao nível da educação especial.

A oradora convidada começou por agradecer à Escola Rosa Ramalho, onde garante ter vivido “os melhores anos da minha vida profissional”. Florinda Maciel considera que as crianças com necessidades educativas especiais devem ser encaradas como um desafio constante, pois os professores podem ser a pedra basilar para encontrar a resposta para esse desafio. Mas assegurou que esse desafio tem de ser encarado através de uma educação inclusiva, pois as crianças com necessidades educativas especiais têm de ser integradas na comunidade educativa, proporcionando convívio com outros jovens.

Para a inclusão de um aluno com necessidades educativas especiais existem quatro responsáveis principais: Estado, Escola, Família e Comunidade. Florinda Maciel considera que “os meninos com necessidades educativas especiais não devem ser consideradas um problema para o normal desenvolvimento da escola”. “A comunidade não vive sem a escola e a escola não vive sem a comunidade” afiançou a docente que considera fundamental os professores “ouvirem os pais, bem como os alunos para desempenharem um bom papel”, mas também é fundamental o papel dos pais e da própria comunidade no desenvolvimento da criança.

“As pessoas com necessidades educativas especiais têm objectivos como nós temos, têm sentimentos como nós temos”, por isso Florinda Maciel garantiu que “nunca podemos pensar que determinado menino não vai conseguir atingir determinado objectivo”.

Via: Barcelos Popular