Share |

BE exige serviço de saúde de qualidade em Barcelos

O Bloco de Esquerda promoveu uma conferência de imprensa na tarde desta segunda-feira para aborda a situação no Hospital de Barcelos, defendendo a urgência da construção de um novo hospital.

 

Pedro Soares, deputado na Assembleia da República eleito pelo circulo eleitoral de Braga, analisou a situação atual do Hospital de Barcelos, criticando as “carências de meios materiais e humanos”. Segundo o deputado, “é necessário inverter a situação de desinvestimento neste hospital”, pelo que “exige-se de imediato obras de requalificação”, para melhoria das as instalações atuais até à construção do novo edifício.

 

Para Pedro Soares, “o agravamento das condições leva a deslocalização de doentes para o Hospital de Braga” que, sendo “intencional ou não”, “põe em causa a resposta rápida e de qualidade que os barcelenses merecem”. Por isso, considera que um novo hospital, que sirva Barcelos e Esposende, é uma “necessidade absoluta” e que “hoje já é tarde” para avançar com este projeto.

 

O deputado bloquista referiu ainda a pergunta dirigida ao Ministério da Saúde, no sentido de esclarecer “quais os objetivos do Governo para este novo hospital”, reforçando que “o Bloco de Esquerda vai exigir a inclusão deste projeto já no próximo orçamento de estado”. Caso não haja sensibilidade do Governo, o BE pretende apresentar “uma iniciativa parlamentar”, que seja capaz de “conjugar esforços” com as várias forças políticas, para a sua aprovação.

 

José Maria Cardoso, deputado na Assembleia Municipal de Barcelos, afirmou que “a falta de condições não é novidade, mas é cada vez mais recorrente” e lembrou que “o encerramento da maternidade seria uma contrapartida para o novo hospital”. No entanto, “o projeto, que até já foi apresentado em maquete 3D em 2008, tem sido sucessivamente adiado pelos Governos PS/PSD/CDS”.

 

Para o deputado municipal, a atual situação é “insustentável”, uma vez que “o Hospital de Barcelos tem vindo a perder valências, como a desclassificação da urgência” e que, atualmente, “é um local de triagem para o Hospital de Braga”, situação que “apenas beneficia os bombeiros, através do transporte de doentes, e as clínicas privadas, através da realização de exames”.

 

Na conferência de imprensa realizada na sede concelhia, o deputado Pedro Soares deu a conhecer ainda um pedido de apreciação parlamentar da regulamentação da lei das Linhas de Alta Tensão, com vista a discutir “a necessidade de abranger por esta nova lei projetos licenciados mas ainda não executados e também as distâncias das linhas às infraestruturas que não obedecem ao principio da precaução, uma vez que são calculadas com base numa lei de 1992, não incluindo estudos recentes sobre estes assuntos”.

 

Recorde-se que REN pretende construir uma linha de muito alta tensão entre Caminha e Vila do Conde, atravessando o Concelho de Barcelos sobre casas, campos agrícolas, escolas, centros de saúde, etc. O Bloco de Esquerda pretende que, na próxima reunião da Assembleia Municipal, seja aprovada a reativação da comissão de acompanhamento deste projeto.

AnexoTamanho
Hospital de Barcelos - Pergunta ao Governo435.17 KB
Linha de Alta Tensão - Pedido de Apreciação Parlamentar16.29 KB